Open/Close
Português
Performance Management

Como estabelecer um RH focado em ROI?

Um RH com atuação estratégica precisa contar com parâmetros para garantir os melhores resultados da equipe. Nesse sentido, vale a pergunta: se o capital humano é um bem importante para o negócio, como medi-lo, já que se trata de algo intangível? A resposta pode estar no ROI no RH.

Você já parou para pensar nas maneiras possíveis de avaliar como anda o comportamento da sua equipe, bem como nas soluções que pode oferecer a ela? Experimente então acompanhar este texto até o final para saber mais sobre o assunto!

O ROI

ROI (Return on Investiment ou Retorno sobre o Investimento) é o termo que se refere naturalmente ao dinheiro que uma empresa ganha ou perde quando faz algum tipo de investimento. O ROI tem sido especialmente importante no trabalho com o marketing digital, no qual a mensuração é um dos diferenciais em relação ao marketing tradicional.

Sua aplicação permite saber se determinada ação ou técnica aplicada está trazendo ou não os resultados esperados. A importância do ROI é que se trata de um indicador que dá ao analista uma visão mais geral a respeito dos investimentos que a empresa faz.

O ROI e o RH

A relação entre o ROI e o RH começa a ter sentido quando pensamos em um RH moderno, ou seja, em que o trabalho tem o foco maior nas pessoas do que na burocracia.

Quando o RH trabalha com métricas como as taxas de rotatividade, o custo por contratação e o índice de absenteísmo, de maneira focada no desempenho da equipe, ele está concentrado na atuação do profissional e na redução de custos da empresa. Consequentemente, busca gerar valor para a companhia.

Nesse sentido, o ROI pode ser um aliado importante, pois ele serve para quantificar o desempenho, dando ao RH condições para mensurar os efeitos financeiros do trabalho da equipe. Isso permite um acompanhamento mais preciso dos investimentos realizados em pessoas e o seu retorno para a companhia.

Aplicação do ROI no RH

Ao lembrar que a fórmula é ROI = Lucro do investimento – Custo do investimento / Custo do investimento, o passo a passo pode ser feito da seguinte maneira:

  1. meça o benefício em função de determinado investimento;
  2. subtraia dele o total aplicado;
  3. divida o resultado pelo investimento;
  4. faça a multiplicação por 100.

Imagine uma empresa que investe R$ 10 mil em um programa de treinamento que resulta em um benefício de R$ 30 mil em vendas. Nesse caso, temos:

  • 30.000 – 10.000 = 20.000
  • 20.000 / 10.000 = 2
  • 2 X 100 = 200

No exemplo, sua taxa de retorno é de 200%. À primeira vista, é algo positivo em se tratando de um programa de treinamento. Para ser ainda mais preciso, faça uma análise de mercado e defina uma métrica de desempenho ideal para embasar suas avaliações.

Além do treinamento, o RH também pode usar o ROI para avaliar os processos de recrutamento e seleção, a contratação, a divulgação de vagas, entre outras iniciativas que envolvem custo para a empresa.

Enfim, com o ROI é possível mensurar ações e práticas até então tidas como intangíveis. Com esse recurso, seu trabalho tende a ficar mais criterioso e suas ações, mais eficazes.